Rinoplastia2018-06-28T09:30:13+00:00

Rhinoplasty / rinoplastia

Cirurgia do nariz. A Rinoplastia é a cirurgia facial mais realizada em todo o mundo.

Tem como objectivo um aperfeiçoamento estético, nunca, porém, esquecendo a vertente funcional. Na verdade, o nariz é uma estrutura única que não pode ser encarada como um elemento estético central da face sem se considerar que estamos perante o primeiro órgão do aparelho respiratório. O cirurgião deve, por isso, dominar a anatomia e os conceitos cirúrgicos do nariz como um todo e não por secções.

Na primeira consulta, um candidato a Rinoplastia é sujeito a uma avaliação completa de toda a estrutura nasal, desde a pirâmide exterior e a sua relação com a restante anatomia facial, até ás estruturas endo-nasais, tais como o septo e os cornetos nasais e os seios peri-nasais. Quando é diagnosticada patologia naso-sinusal, esta pode ser corrigida durante o mesmo procedimento cirúrgico.

A análise do resultado desejado é feita em função da globalidade da face, procurando-se um nariz harmonioso inserido no contexto particular do individuo sem estigmas de “nariz operado”. Como ferramentas de ajuda a essa programação e discussão utiliza-se simulação informatizada e pré e pós operatórios de outros casos similares. São sempre realizadas fotografias antes e depois da cirurgia. A confidencialidade das mesmas é uma garantia dada pelos nossos serviços. Na consulta pré-operatória é dada especial atenção a esclarecimentos anatómicos globais e individuais e de todo o processo cirúrgico.

A Rinoplastia sofreu ao longo das últimas décadas avanços em conceitos e técnicas, assim como a cirurgia facial no geral. Na maior parte dos casos nenhuma cicatriz exterior é utilizada. Quando é imprescindível a sua realização, ela é colocada na columela (porção central que separa as 2 narinas) onde a visibilidade é diminuída e a cicatrização é favorável. Os hematomas faciais, principalmente peri-oculares (à volta dos olhos), apenas estão presentes quando se efetuam osteotomias (fracturas dos ossos nasais para reposicionamento). No entanto, e apesar da aparente agressividade, a cirurgia é praticamente indolor. O desconforto pós-operatório deve-se sobretudo ao tamponamento nasal (quando necessário) que se mantém apenas por 1 dia. De realçar que o acto do “destamponamento“ é um momento perfeitamente tranquilo e sem dor já que usamos um penso interno personalizado, delicado e plastificado, o que permite um deslizamento atraumático. O penso externo, uma tala termo-moldavel, permanece 6 a 7 dias. O tempo de recuperação que aconselhamos é de, no mínimo, 10 dias a, o ideal, 15 dias.

A Rinoplastia pode ser realizada em regime de ambulatório, isto é, ao fim de 4 horas após a cirurgia o paciente terá alta, não sendo necessário, portanto, pernoitar na clínica cirúrgica, ou em regime de internamento, com uma noite de estadia na clínica. De uma forma geral é uma decisão que cabe ao doente tomar.

Outra opção que oferecemos é a realização da rinoplastia sob anestesia geral ou então com anestesia local sob sedação. Esta segunda hipótese é cada vez mais preferida pelos nossos doentes. Depois de administrada uma sedação em que o doente está num estado de “pré-sono” é feito um bloqueio sensitivo da face e do nariz de forma a que toda a sensação seja abolida. Pode ser realizado todo e qualquer gesto cirúrgico nasal de forma indolor, independentemente se a cirurgia demora 30 minutos ou 3 horas.

More than Rhinoplasty / mais do que rinoplastia

AS MAÇAS DO ROSTO

A harmonia do nariz com o rosto é fundamental. Quando definimos a forma e a posição do nariz devemos ter em consideração as estruturas que o rodeiam.
As maças do rosto (região malar) são fundamentais para o equilíbrio que pretendemos alcançar.
Percebemos facilmente, como exemplo, que se elas forem pouco desenvolvidas, um malar mais profundo, o nariz vais parecer automaticamente mais projectado. Por isso, adequar um nariz ao rosto pode ser mais do que realizar apenas uma rinoplastia mas também potenciar o resultado com a melhoria da vizinhança.
No exemplo especifico ao darmos volume á região malar potenciamos o resultado da cirurgia nasal para alem de equilibramos a expressão do rosto.

rinoplastia, plastia de avanço do labio superior, volume malar

Por vezes o problema está no desenvolvimento do esqueleto facial e poderá haver necessidade de realizar uma cirurgia que avance a maxila (maxilar superior). Este processo requer ortodontia e cirurgia ortognática.

rinoplastia, ortodontia, ortognatica, volume malar

O LABIO E O SORRISO GENGIVAL

O sorriso gengival tem origens várias. A relação do lábio superior com o nariz é fundamental e o seu controlo é uma das armas mais poderosas para potenciarmos a beleza do perfil de uma face.
Ao tratarmos a posição da ponta nasal também podemos definir a posição, a projeção e o tamanho do lábio superior.

rinoplastia, reposicionamento do lábio superior

A inserção do lábio superior corresponde exatamente à base do nariz. Por isso se dominarmos os movimentos da rinoplastia que influenciam a base nasal poderemos reposicionar o lábio e assim controlar o sorriso gengival.

rinoplastia, tratamento do labio superior, tratamento do sorriso gengival

A PONTA DO NARIZ QUE MEXE

A ponta do nariz tem um músculo que a liga ao lábio superior. Assim se entende que algumas pessoas que tenham um mau suporte da ponta nasal ela mexa com os movimentos do lábio, por exemplo durante o sorriso e até durante a fala.
Ao controlarmos o suporte da ponta nasal e a posição do referido músculo evitamos então que o nariz tenha a dinâmica indesejada bem como o encurtamento do lábio superior durante o sorriso.

rinoplastia, tratamento da ponta móvel

A RELAÇÃO COM O QUEIXO

Quando olhamos um rosto de perfil o nariz parece tanto mais comprido quanto maior for a retração do queixo ou da mandíbula (maxilar inferior). É por isso fundamental fazer a leitura do perfil e perceber onde estará a projeção ideal da ponta nasal, tendo a consciência que a posição do queixo irá influenciar esta decisão.
Por vezes é obrigatório corrigir a posição do queixo para obtermos o melhor dos equilíbrios.
(ver queixo e papada).

rinoplastia

Septoplasty / septoplastia

A septoplastia é a cirurgia que corrige desvios da estrutura central do nariz, o septo nasal.

Ela é realizada quando existem problemas funcionais, causados pela obstrução das cavidades nasais, que resultam em insuficiência respiratória nasal e/ou fenómenos de sinusite, e quando existem problemas estéticos, se o desvio do septo nasal condiciona o posicionamento da pirâmide nasal.

O septo nasal é uma estrutura osteo-cartilaginosa recoberto por mucosa. Para se adereçar a estrututa esquelética é necessaria uma incisão vertical na mucosa no vestibulo nasal (á entrada do nariz) que não será visivel. A cirurgia é, geralmente, realizada em regime de ambulatório, sendo, por isso, necessário permanecer na clinica apenas as primeiras 4 horas após a cirurgia.

O pós-operatório é geralmente indolor. O desconforto pós-operatório deve-se sobretudo ao tamponamento nasal (quando necessário) que se mantém por 1 ou 2 dias. De realçar que o destamponamento é um momento perfeitamente tranquilo e sem dor já que usamos um tampão personalizado, delicado e plastificado, o que permite um deslizamento atraumático.

A recuperação pós-operatória é de 5 a 7 dias.

Videos / vídeos

Rinoplastia – O que é2018-04-24T14:10:59+00:00
Rinoplastia – A primeira consulta2018-04-24T14:51:25+00:00
Rinoplastia – Resultado natural2018-04-24T15:06:16+00:00
Rinoplastia – Abordagens e cicatriz2018-05-09T19:48:40+00:00
Rinoplastia – Período de recuperação2017-03-13T19:14:33+00:00
Rinoplastia – Riscos e revisões2017-03-13T19:14:33+00:00